Yasunari Kawabata - MIL TSURUS PDF

 


Publicado originalmente em capítulos por revistas japonesas, este romance foi escrito entre os anos 1949 e 1951, período de reconstrução de um Japão devastado pela Segunda Guerra. Nesse contexto em que a sociedade japonesa se reestruturava e também se defrontava com valores culturais vindos do Ocidente, Kawabata resgata valores tradicionais de seu país, fazendo da cerimônia do chá o pano de fundo para a história de Mil tsurus.

Kikuji Mitani é um jovem que, durante uma cerimônia do chá, reencontra duas antigas amantes de seu falecido pai, Chikako Kurimoto e a viúva Ota, e de repente se vê profundamente envolvido com elas. Enquanto Chikako tenta arranjar um casamento para Kikuji, este inicia um inesperado romance com a senhora Ota, que por sua vez tem uma filha chamada Fumiko, de quem Kikuji também irá se aproximar. Mas há ainda Yukiko, a delicada jovem pretendente a se casar com Kikuji, personagem que representa serenidade num ambiente repleto de ressentimentos e intrigas. Não é por acaso que a moça é descrita usando um lenço de seda ilustrado com tsurus, ave que simboliza nobreza e felicidade na tradição japonesa.

Nessa história em que o passado, através da figura do pai do protagonista, desperta sentimentos em conflito, Kawabata demonstra, mais uma vez, seu profundo conhecimento da antiga cultura de seu país e enaltece a importância da arte oriental, representada nas cerâmicas seculares do ritual do chá. Ao mesmo tempo em que discorre sobre a permanência da arte no decorrer dos séculos, sobrevivendo a gerações, o autor nos mostra o lado efêmero da vida e das relações humanas.

No Brasil, a obra foi publicada pela primeira vez no início dos anos 70, sob o título Nuvens de pássaros brancos (Ed. Nova Fronteira), emprestando-se o título da edição francesa (Nuée d'oiseaux blancs). Preferimos nos reportar ao título original japonês, Senbazuru correspondendo a Mil tsurus.


Yasunari Kawabata - MIL TSURUS PDF 


INTRODUÇÃO
O Nobel de 1968 está revelando ao mundo um verdadeiro artista
da narração, o japonês Yasunari Kawabata. Traduções de obras suas
vêm sendo recebidas nas capitais do Ocidente com surpresa e fervor,
e é provável que tragam um melhor conhecimento da recente mas
exuberante literatura nipônica moderna. Nem só do gênio do
cineasta Kurosawa vive o Japão. Inclusive um Kurosawa, que aliás
começou como escritor, não saberia existir senão numa literatura de
alta classe.
Nuvem de Pássaros Brancos é de 1952 e, junto com O País das Neves,
foi o maior sucesso de crítica e de público do autor. É uma amostra
perfeita da arte de Kawabata, que une a tensão trágica a uma forma
sutilmente poética de estruturar o relato e de escrever. A história é
terrível, mas o leitor vai tomando conhecimento dela de encanto em
encanto. As mulheres são a especialidade de Kawabata, que as cria
de maneira inesquecível, e com uma verdade que só as torna mais
pungentes. A Sra. Ota, neste romance, é talvez a maior de suas
criações.
Um Nobel merecido como poucos — o leitor há de concordar.

Download

Ahmed Zayed

Hello all My name is Ahmed Zayed I am Egyptian.I am very interested about languages, animals,Drawing,Comics and history also I like to write a short stories about our lives I am writing because I would like to share what I am thinking about with people who even far from me and for me this the way that people can communicate so finally I could bring my books over here I wish that every one will read will like and I will support u with many more books I am waiting for your feed back

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem