William Shakespeare - Henrique IV (parte I) PDF

 


Os acontecimentos históricos narrados nas duas partes do drama Henrique IV, ocupam pouco mais de uma década, indo desde a batalha de Holmedon Hill, até a ascensão do Rei Henrique V, ocorrida em 1413. Com a criação de Falstaff e de Henrique Percy, as duas figuras máximas dos dramas históricos, atinge Shakespeare o auge de sua grandeza artística.

William Shakespeare - Henrique IV (parte I) PDF


CENA I
Londres. Palácio. Entram o Rei Henrique, Westmoreland e
outros.
REI HENRIQUE — Muito embora ainda pálido e abalado pelas
preocupações, achamos tempo para deixar que a Paz
aterrorada e arquejante nos fale em termos curtos de outras
lutas em plagas bem remotas. As fauces ressecadas deste solo
não mais os lábios tingirão com o sangue dos próprios filhos,
nem a guerra os campos cortará com trincheiras ou as flores
esmagará com os cascos inimigos. Os olhos incendiados, quais
meteoros em turvo céu, só de uma natureza todos eles, de uma
única substância, até há pouco travados em contendas internas
e hecatombes fratricidas, marcharão ora em filas harmoniosas
por um mesmo caminho, sem mais luta contra amigos, aliados
e parentes. A guerra, como faca em bainha velha, não mais o
dono há de ferir. Por isso. amigos, até ao túmulo de Cristo — de
quem soldados somos, obrigados a lutar sob a cruz sempre
bendita — levaremos guerreiros da Inglaterra, de braços
conformados na mãe-pátria para os pagãos vencer dos campos
sacros onde os pés abençoados assentaram, e onde, há
quatorze séculos, na amarga cruz, para nosso bem, foram
cravados. Essa resolução data de um ano; inútil será, pois,
dizer que iremos; não viemos discuti-la neste instante. Dizeinos,
caro primo Westmoreland, o que esta noite fez nosso
Conselho em prol de tão grandiosa e cara empresa.
WESTMORELAND — Meu soberano, a pressa foi pesada
devidamente e as verbas aprovadas ainda esta noite; mas
atravessou-se-nos um correio de Gales, carregado de notícias,
das quais a pior dizia respeito ao nobre Mortimer, que gente de
Herefordshire havia conduzido contra o insurrecto e rústico
Glendower, e que nas mãos caiu desse galense. Pereceram mil
homens de suas tropas, cujos corpos com tal brutalidade, com
tão bestial furor foram tratados pelas galenses, que não é
possível, sem rubor, falar nisso ou repeti-lo.
REI HENRIQUE — Parece que a notícia desse fato frustra a
viagem ideada à Terra Santa.
WESTMORELAND — Sim, gracioso senhor, ao lado de outras,
pois notícias mais cruas e importunas do norte nos chegaram,
que referem como ali se chocou, no dia exato da Santa Cruz, o
moço Henrique Percy, o valoroso Hotspur, contra Arquibaldo, o
escocês sempre bravo e sempre esperto, em Holmedon, onde
uma hora bem triste eles passaram, a julgar pelos trons da
artilharia e ainda outros indícios. O emissário que a notícia nos
trouxe, cavalgara no momento mais árduo da refrega, sem
saber com certeza o resultado.
REI HENRIQUE — Eis que acaba de apear-se do cavalo um
amigo querido e diligente, Sir Walter Blunt, que vem todo
coberto de manchas, apanhadas no caminho entre Holmedon e
nossa augusta sede, e que novas mui gratas nos refere:
derrotado a estas horas se acha o Conde de Douglas; dez mil
homens escoceses, vinte e dois cavaleiros, viu Sir Walter no
próprio sangue tintos, pelos plainos de Holmedon; prisioneiros
fez Hotspur Mordake, o herdeiro do vencido Douglas, Duque de
Fife, e os Duques de Angus, Murray, de Athol e de Menteith.
Em verdade, um despojo muito honroso, não vos parece, hem,
primo, um belo prêmio?
WESTMORELAND — De fato, é uma conquista destinada a
encher de orgulho um príncipe.
REI HENRIQUE — Fazes-me triste e, mais, pecar me fazes,
pois tenho inveja ao pai abençoado, Lorde Northumberland, por
ter tal filho, tema constante da honra, a mais esbelta árvore da
floresta, o delicado favorito e, ainda, o orgulho da Fortuna, ao
passo que eu, sua glória contemplando, vejo o vício e a
desonra na pessoa do meu jovem Henrique. Oh! se possível
fosse provar que um gênio buliçoso trocara nossos filhos,
dando o nome de Percy ao meu e ao seu Plantageneta, meu
fora o seu Henrique e o dele meu. Mas esqueçamos isso. Que
pensais, primo, da altanaria desse jovem Percy? Intenta ficar,
para uso próprio, com os prisioneiros todos capturados nessa
aventura, e manda-me recado de que Mordake só, Duque de
Fife, me reserva.
WESTMORELAND — É o que o tio lhe ensina; Worcester
sempre em tudo é vosso desafeto, donde vem envaidar-se
Percy e a jovem crista levantar contra Vossa Dignidade.
REI HENRIQUE — Mas intimei-o a vir prestar-me contas,
motivo de deixarmos por um tempo nosso santo propósito da
viagem até Jerusalém. Primo, na próxima quarta-feira o
Conselho reuniremos em Windsor; informai todos os lordes,
mas voltai para nós com toda a pressa, que ainda falta dizer e
fazer muito mais do que me permite a indignação.
WESTMORELAND — Pois não, meu soberano!
(Saem.)

Download

Ahmed Zayed

Hello all My name is Ahmed Zayed I am Egyptian.I am very interested about languages, animals,Drawing,Comics and history also I like to write a short stories about our lives I am writing because I would like to share what I am thinking about with people who even far from me and for me this the way that people can communicate so finally I could bring my books over here I wish that every one will read will like and I will support u with many more books I am waiting for your feed back

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem